Bullying

Promocionado

Violência escolar ou Bullying

A violência escolar é uma ameaça às crianças. Bullying é uma palavra inglesa que significa intimidação. Infelizmente, é uma palavra que está em moda devido aos inúmeros casos de perseguição e agressões que se estão detectando nas escolas e colégios, e que estão levando a muitos estudantes a viverem situações verdadeiramente aterradoras.

Promocionado

Causas da violência escolar

As causas do bullying ou violência escolar, que dão lugar à agressão, são incalculáveis, tanto nas formas em que se manifestam como nos prejuízos que ocasionam. Em geral as causas ou fatores que o provocam podem ser pessoais, familiares e escolares. Quais os motivos que podem levar à violência escolar?

Promocionado

Ignorar alguém também é assédio escolar

É curiosa a confusão que os pais têm com o assunto do assédio ou bullying. Muitos acreditam que as situações são ativas e consistem em intimidar ou atacar pessoalmente a alguém seja com palavras ou com violência física, mas poucos conhecem que ignorar alguém também é assédio. E é justamente essa marginalização que acaba com a autoestima de muitas crianças na escola.

Promocionado

A fabulosa estratégia contra o bullying de uma professora

O bullying se instala nas salas de aula, sutil e silencioso. Frequentemente invisível diante de muitos olhos. Para freá-lo não tem outra solução: evitar que se instale entre os alunos, mas, como? Uma professora tem encontrado um método eficaz que previne o assédio moral e ajuda aos professores a detectá-lo a tempo. A gente te explica em que consiste.

Promocionado

Bullying ou maltrato aos professores

O Bullying é uma ação de uma pessoa ou um grupo contra outra indefesa buscando denegrir, humilhar, intimidar e causar terror na vítima. O assédio moral tem aumentado em todo o mundo e é comum se ouvir falar de maus-tratos com crianças, mas o que muitos têm esquecido são os maus-tratos com professores.

Promocionado

Uma professora explica com duas maçãs o que é o bullying

Nesse dia, a professora Rossie Dutton queria explicar aos seus alunos o que é bullying. Ela pensou como podiam entendê-lo. Ela não está especializada em psicologia infantil. Pensou que a melhor maneira de entender algo que não se vê é fazer com que a criança enxergue. Ela usou duas maçãs. Uma que ela deixou cair várias vezes ao chão sem se machucar por fora e outra sem cair. Veja o resultado.