A criança e sua adaptação à escola

Conselhos para uma melhor adaptação da criança na creche

Vilma Medina

Vilma Medina

Nossa capacidade de adaptação às novas situações não se pode comparar com a capacidade de uma criança quando se depara com pessoas e lugares diferentes como a escola. Nós levamos uma bagagem de experiências que fazem com que a adaptação seja uma situação mais suave e controlada. E isso não é o caso das crianças na escola. Na primeira infância, tudo é novo para elas. E somente nós, os pais, podemos ajudá-las com o apoio e as exigências dos filhos.

Conselhos para uma boa adaptação na escola

O que fazer para que os filhos se adaptem bem na escola

- No princípio, leve a criança por algumas horas e pouco a pouco vá aumentando o horário. Cada criança necessita de seu tempo.

- Deixe que a criança leve, se assim o desejar, seu brinquedo favorito, algo que seja familiar e o mantenha unido com seu lar.

- Não prolongue as despedidas em excesso. Tem que passar segurança à criança de que o que está fazendo é o melhor para ela.

- Quando sair da creche, deve dedicar-lhe mais tempo à criança, brincando com ela. É bom que ela descubra que o que faz no centro não é tão diferente do que faz habitualmente em casa. Anime-a a compartilhar contigo as experiências que aprende na creche. E demonstre alegria e entusiasmo por seus progressos.

- É conveniente que a mãe e o pai levem e tragam a criança. Isso proporcionará segurança. E se acostumará antes à mudança.

- Sempre que considere necessário, fale com a professora sobre suas dúvidas, inquietudes e sobre alguma mudança observada pela criança.

- Busque estar informada sobre as atividades que estão desenvolvendo na sala de aula: fichas, canções novas, estações do ano, etc, para entender e potencializar suas conquistas.

- Os aspectos da evolução da criança devem ser coordenados com as educadoras (retirada da fralda, da chupeta, etc.).

- Procure levar em conta o que é que come cada dia na creche para poder oferecer-lhe uma dieta mais equilibrada.

- Nada de pressa pela manhã. Procure despertá-la com tempo para que tome o café da manhã tranquilamente e se dirija sem agonia à creche.

Como controlar o medo das crianças diante de uma prova

Como controlar o medo das crianças diante de uma prova

Exames escolares das crianças. Para muitas crianças, os exames são somente uma prova a mais durante o curso. No entanto, para outras crianças, implica num processo de estresse e ansiedade que não somente pode paralisá-las diante de um exame ou render menos, chegando a causar fisicamente como dores de cabeça ou dores de barriga.

Medo da escola. Fobia escolar

Medo da escola. Fobia escolar

A fobia ou medo escolar pode estar relacionado com fatores como a escolaridade (medo do professor, baixo rendimento escolar, problemas com os companheiros); os sucessos vitais negativos (doença prolongada, ruptura da união familiar) ou a ansiedade diante da separação dos pais (resistência em se separar da mãe), entre outros motivos.

Quando e por que deveríamos tirar o bebê da creche

Quando e por que deveríamos tirar o bebê da creche

Quando as crianças vão à escola infantil os primeiros dias a gente fica surpreso em ver os pequenos encantados em passar o dia brincando com seus novos amiguinhos. Mas, também podemos encontrar o outro lado da moeda: a criança fica ansiosa e custa em se adaptar ao novo ambiente.

A escola livre, uma educação alternativa à educação rígida

A escola livre, uma educação alternativa à educação rígida

Há apenas 3 anos as escolas conhecidas como de ensino livre alcançavam uma quarentena na Espanha, no entanto agora abriram mais de 500 e não dão conta da demanda. Por que essas escolas têm experimentado este auge nos últimos anos? O que têm de especial? Por que cada vez mais pais as escolhem como alternativa? A principal razão dos pais é que, enquanto o ensino tradicional tem fracassado.

Sintomas de uma má adaptação do bebê à creche

Sintomas de uma má adaptação do bebê à creche

Quando as crianças começam a ir à escola infantil ou à creche pela primeira vez, geralmente são dias complicados. Para muitos deles pode significar num grande trauma devido a todas as mudanças que acontecem na sua vida.

Por que não separar gêmeos na escola

Por que não separar gêmeos na escola

Se você tiver filhos gêmeos deveria escolher o que acredita ser melhor para os seus eles, afinal você os conhece melhor que ninguém e não deixar que as normas de separação sejam impostas, uma vez que a maioria das escolas impõem que eles fiquem em salas separadas.

Como saber se a criança necessita de apoio na escola

Como saber se a criança necessita de apoio na escola

A aprendizagem deve ser algo divertido e emocionante para as crianças. É na escola onde devem encontrar as experiências novas e interessantes que lhe dêem a oportunidade à criança para dominar certas habilidades e conhecimentos que lhe sirvam para o futuro. Mas, como saber se a criança necessita de uma atenção mais individualizada? Como ajudá-la?

O bullying de uns pais a uma menina

O bullying de uns pais a uma menina

Quando a origem do assédio ou bullying está nos pais das crianças. Um pai denunciou bullying de uns pais à sua filha. Guiainfantil Brasil se sente indignada con este caso real de assédio de pais.

51 comentarios

  • Bruna

    2015-10-07 01:38:58

    Oi gente, Tenho um bebê de 1 ano. Começou na escolinha tem 1 mês e devo dizer que quem sofreu mais fui eu. Desde o nascimento ele só ficava comigo, tipo o tempo todo.... Dormia na cama (ainda estou em processo para tirar ele da cama) e só ficava no colo o dia inteiro. Porém senti falta de trabalhar pois sempre fui independente e já não conseguia ficar em casa, sem tempo para nada. No primeiro dia deixei ele na escolinha e pedi que me ligassem se ele chorasse; e assim foi, depois de três horas e meia a educadora ligou e disse que ele tinha sono e estava chorando. Busquei ele e dei muita atenção e carinho. No outro dia ele ficou 4 horas, no outro já ficou 5 horas sem chorar. (ele só fica meio período por enquanto) Era difícil deixar ele no colo da "tia"e ir embora com ele chorando ainda, mas sabia que ia ser bom para ele e para mim tbm. Foi a melhor decisão que tomei, hoje ele se joga no colo das professoras e nem olha para trás. Adora os amiguinhos e as salas da escolinha. Fica com o pai dele mesmo sem mim e com meus pais tbm... Está mais independente, assiste desenho sozinho, faz muitas gracinhas e além de tudo quando vou buscá-lo sou recompensada com um grande sorriso que me mostra que ele está feliz no lugar onde fica. Meu único conselho é: Pesquise bem a escolinha que irá por, mesmo que pública (a do Otto é particular e pago $300), entre na sala que ele vai ficar, tire todas as dúvidas, conheça as pessoas que cuidarão dele, entre com ele na escolinha no primeiro dia, leve na bolsa dele um brinquedo que ele gosta , a fraldinha ou a chupeta e leve para o lanchinho coisas que ele gosta de comer com vc. Só assim vc terá segurança para deixar seu filho (a) descobrir essa nova fase. Segurança e Persistência são as palavras-chave para isso. Espero ter ajudado, bjos

  • Sol

    2015-02-04 16:59:46

    Meu filho tem uma ano e 09 meses entrou recentemente no Infantil 2 e ainda chora muito! O que devo fazer? Estou pensando em tirá-lo e colocar só aos 3 anos...

  • renata mendes

    2014-02-22 15:02:40

    oi tenho uma filha de 2 anos e 6 meses ela começou na creche dia 17.02.2014 mais ela não esta se adaptando tem febre chora muito diz que não quer ir pra escolinha esta triste e abatida já não sei mais o que fazer já estou quase desistindo pois ela é muito apegada a mim o que faço me ajuda por favor sei que é o melhor para ela . ela precisa conviver com outras crianças mais isso já ta virando uma tortura para nois duas me ajude

  • carla linhares.

    2014-02-13 19:20:55

    olá eu tenho um filho de 6 anos está no segundo ano, mas ele e muito infantil não sabe separa as coisas, quando alguém fala cm ele na escola ele chora as crianças encarna ele, me ajude porfavor o que devo fazer obrigada

  • Iara Isabel

    2014-01-23 21:37:40

    Meu filho começou a frequentar a escola aos 2 anos, pois é filho único e queria que ele tivesse contato com outras crianças. matriculei-o numa escola proxima a minha casa e tinha boas referencias dela, meus sobrinhos haviam estudado lá. Tudo ia bem, até um fadado ensaio para a festinha de final de ano com o tema da Galinha Pintadinha. Ninguem da escola sabe dizer o que houve, mas mmeu filho, que adorava a Galinha Pintadinha, passou a detestá-la, não gostava mais das rotinas da escola, dos gritos que são tão comuns quando as crianças estão brincando(isso somente na escola) e de ir a escola. O segundo ano dele foi um verdadeiro tormento. Não se adaptou a professora, que por sinal era a mesma responsável pelo tal ensaio para a tal festinha, começou a não querer ir a escola, quando, no ano anterior, ele próprio arrumava o uniforme, e só em estar em eventos com muitos crianças fica muito assustado, agarrando-se a minha perna e não querendo participar. Devemos ser muito criteriosos e sistemáticos no acompanhamento de nossos filhos na escola de Educação Infantil. Um profissional incompetente marca sua criança para sempre. No meio do ano passado, troquei-o de escola e passei a fazer acompanhamento psicológico para que pudesse superar o trauma. Eu mesma fui vitima de trauma na Educação Infantil, e só voltei a escola na Alfabetização e já alfabetizada pela minha mãe, que temia enfrentar problemas de adaptação. Mas nunca esqueci o que aconteceu comigo no "Jardim". Por isso, repito, devemos ser criteriosos, acompanhar nossos filhos de perto, observar, pois boas referencias não bastam, porque quando algo não vai bem, nossos filhos dão os sinais. Cuidado nunca é demais!!!!

  • Alexandra Teodora Batista

    2013-08-28 19:27:13

    Tenho uma filha de 6 anos na primeira serie ,no inicio do ano ela estava em uma escola e agora em outra desde começo de agosto,estava indo bem agora desde o dia 22/08 não quer ir a escola diz estar com dor de barriga de garganta chora agarra em mim e não fica na escola ja falei com a escola e dizem estar tudo bem na outra escola as crianças brigavam com ela o que pode estar acontecendo ?

  • katia santos

    2013-08-19 18:20:34

    Ahh filhos...tbm estou sofrendo com minha pequena

  • simone ramos de oliveira

    2013-03-14 01:41:53

    oi minha filha tem 2 anos e 7 meses gostaria de colocar na escolinha, tipo vai ser bom pra ela comviver com outras crianças,se soltar mais,aprender.etc...mais não sei se ela vai se acostumar pois ela é agarrada com migo,desde de quando nasceu.oq eu faço?Ela tem uma maninha mais ela só judia dela.é que ela quer brincar e a maninha dela é novinha não entende muito.tem 1 ano e 1 mês. obrigada.

  • camila alves

    2013-03-12 21:42:06

    Boa Tarde, minha filhinha tem 2 anos e 4 meses, estou querendo coloca-lá na escolinha mas estou muito insegura porque ela só fica comigo o tempo todo desde que nasceu, por outro lado penso que vai ser bom pra ela para que ela se solte mais e conviva com mais crianças pois, é muito sozinha e não tem com que brincar. Meu marido e eu queremos saber qual a melhor forma de coloca-la na escolinha sem que. ela sofra tanto; Pois é tão agrrada comigo,como fazemos? Obrigada.

  • DIANA

    2013-02-23 00:03:08

    BOA NOITE GENTE ME AJUDEM , MEU FIHO ESTAR ESTUDANDO ,ELE TEM 2 ANOS E 6 MESSES , LEVEI PARA ESCOLA FOI TUDO LEGAL, MAS DEPOIS DO RESSESSO DO CARNAVAL , ELE CHORRA TODAS AS VEZ QUE VAI PARA ESCOLA , OQUE DEVO FAZER, JA FALEI COM , A PROFESSORA , MAS ELA DISSE QUE NAO ACONTECEU NADA DE ANORMAL

Ad